Assistência Social e Habitação

Home Assistência Social e Habitação < Voltar

CRAS

Centro de Referência de Assistência Social - CRAS


Endereço: Rua Ampélio Carlotto, nº 74
Telefone: (54) 3433-2910


O CRAS - Centro de Referencia em Assistência Social -busca prevenir a ocorrência de situações de riscos sociais através do desenvolvimento e monitoramento das famílias com atividades que promovam o fortalecimento dos vínculos familiares e sociais, aumentando o acesso aos direitos da cidadania.

As avaliações e acompanhamentos são realizados por profissionais de psicologia e assistência social, através dos seguintes serviços:

- Programa de Atenção Integral à Família – PAIF

- Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV

- Benefícios Eventuais

- Profissional Aprendiz

Além dos serviços, o CRAS gerencia os programas de transferência direta de renda do Governo Federal, direcionados às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza, idosos com 65 anos ou mais, pessoas com deficiência e incapacitadas para o trabalho, como Bolsa Família e Benefícios de Prestação Continuada (BPC), além de realizar e atualizar o Cadastro Único, com busca ativa de usuários.

- Programa de Atenção Integral à Família – PAIF: O serviço consiste no acompanhamento familiar psicossocial continuado, com a finalidade de fortalecer as relações familiares, prevenir a quebra dos seus vínculos, promover o acesso aos direitos sociais para contribuir na melhoria de sua qualidade de vida.

- Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV: É um serviço realizado em grupos para prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidade e risco social. O SCFV organiza-se de modo ampliar trocas culturais e de vivências, fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária. O serviço é destinado a crianças, adolescentes, mulheres, pessoas com deficiência e idosos.

- Benefícios Eventuais: São provisões suplementares e provisórias prestadas aos indivíduos e às famílias em virtude de nascimento, morte, situações de vulnerabilidade temporária e calamidade pública, observadas as contingências de riscos, perdas e danos a que estão sujeitos os indivíduos e famílias na forma prevista na Lei federal nº 8.742, 07 de dezembro de 1993.

- Cadastro Único: É um instrumento de coleta de dados e informações que visa à identificação e caracterização socioeconômica das famílias brasileiras de baixa renda mensal igual ou inferior a meio salário mínimo por pessoa. O governo federal utiliza o Cadastro Único para identificar os potenciais beneficiários dos programas sociais.

- Bolsa Família: É um programa de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país. Conheça mais o Programa Bolsa - Família.

- Benefício de Prestação Continuada (BPC): É um benefício de 01 (um) salário mínimo mensal pago às pessoas idosas com 65 (sessenta e cinco) anos ou mais, conforme o estabelecido no Art. 34 da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 - o Estatuto do Idoso, e às pessoas portadoras de deficiência incapacitadas para a vida independente e para o trabalho, com impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo (que produza efeitos pelo prazo mínimo de 2 anos), que o impossibilite de participar de forma plena e efetiva na sociedade, em igualdade de condições com as demais pessoas. Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente. Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS para ter direito a ele. No entanto, este benefício não paga 13º salário e não deixa pensão por morte. Conheça mais o BPC.

- Profissional Aprendiz: Este programa tem por objetivo preparar, encaminhar e acompanhar aprendizes de 14 a 18 anos para a inserção no mercado de trabalho, bem como a realização de cursos profissionalizantes. São disponibilizadasaté 20 vagas para candidatos que atendam os seguintes critérios:
  • Idade compreendida entre 14 e 18 anos incompletos;
  • Comprovar frequência escolar ou conclusão do ensino médio;
  • Comprovar residência no município.
As vagas são destinadas para adolescentes incluídos em Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF), em Serviço de Proteção e Atendimento Especial Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), ou em Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC).